LotusHélène – As fitas do ADN são bibliotecas do ser.

Existem fitas de ADN do outro lado do véu à espera de serem activadas, através do processo de ascensão. Estas fitas são nossas, pertencem-nos. Elas estão apenas adormecidas, aguardando o momento certo da nossa própria evolução.

Os seres da cidade de luz de Telos, no interior da montanha sagrada Mount Shasta na Califórnia EUA, reconectaram 36 fitas de ADN. Através do amor, do respeito, da paz e da cooperação, os seres de Telos conseguiram refazer a essência primordial da civilização lemuriana, que era baseada no amor e na paz. Na antiga civilização lemuriana, todos os seres humanos tinham 36 fitas de ADN.

Actualmente, a maioria dos seres humanos têm 2 fitas de ADN físicas. Algumas crianças já nascem com mais fitas, 3 ou 4 e até mais.

O processo de ascensão faz a reconexão gradual das fitas do ADN.

Na Terapia Multidimensional, as equipas espirituais vão retirando os limitadores espirituais da pessoa. Ao retirar os limitadores a reconexão das fitas de ADN faz-se naturalmente. É um processo natural semelhante ao da subida das dimensões. É apenas necessário que a pessoa ultrapasse os obstáculos. Logo a seguir, sem que seja preciso fazer algo nesse sentido, as nossas fitas de ADN adormecido despertam e são reconectadas com o nosso ser físico actual. Permitindo que tenhamos acesso a todas as capacidades que Deus nos deu e que estão guardadas na biblioteca viva do nosso ADN completo.

Cada reconecção permite a activação de muitas capacidades adormecidas do ser. Capacidades espirituais e também capacidades de viver mais facilmente na matéria.

in “O Coração Cura a Alma” Manual de terapia Multidimensional

Meditação de Limpeza do DNA por Helene Abiassi

Categories: Artigos

%d bloggers like this: